A irrigação e os caminhos das águas

A irrigação é umas das primeiras atividades intensivas humanas de controle da produção de alimentos quando cria condições específicas para a bonança da atividade laboral, principalmente em sociedades complexas o suficiente para intervir drasticamente em seu ambiente.

Conhecendo as características dos alimentos, seus ritmos de crescimento até a colheita e com a possibilidade de influenciar e manter sistemas produtivos com plena atividade, a intenção principal tende a ser a garantia das melhores condições para o desenvolvimento de atividades que abastecem a humanidade e mantém vivas as criações domesticadas. Continue lendo “A irrigação e os caminhos das águas”

Limiares da resiliência de fluxos hídricos em ambientes de rápida urbanização

Apresento-lhes aqui mais um artigo muito interessante sobre resiliência e qualidade da água, intitulado Threshold and resilience management of coupled urbanization and water environmental system in the rapidly changing coastal region . Entendo que a busca principal do artigo selecionado da revista Environmental Pollution é captar o Conceito de Limiares da Resiliência dos Fluxos Hídricos através de um modelo que dialoga entre o uso e a ocupação do solo com índices de qualidade da água, também passível de replicação. Continue lendo “Limiares da resiliência de fluxos hídricos em ambientes de rápida urbanização”

Resiliência urbana e a capacidade adaptativa na qualidade das águas

Ao final do texto você encontra um resumo para download das anotações da leitura do artigo Adaptive capacity based water quality resilience transformation and policy implications in rapidly urbanizing landscapes Continue lendo “Resiliência urbana e a capacidade adaptativa na qualidade das águas”